14/07
11h33m
A
A
A
Médico de Ivaiporã firma acordo para devolver mais de R$ 668 mil de multa

 
O Ministério Público do Paraná, por meio da 2ª Promotoria de Justiça de Ivaiporã, no Norte-Central do estado, celebrou acordo de não persecução cível com um profissional médico e uma clínica médica para o pagamento de multa civil no valor de R$ 668.663,00. Desse montante, R$ 200 mil foram destinados ao Recanto do Lar dos Velhinhos Santo Antônio, instituição de longa permanência que atende cerca de 60 idosos, a grande maioria pessoas que viviam em extrema vulnerabilidade social. O restante foi destinado ao Fundo Municipal da Saúde de Ivaiporã, para uso no combate à pandemia de Covid-19.

O acordo – referendado pelo Conselho Superior do Ministério Público do Paraná e homologado judicialmente – foi firmado a partir de ação civil pública por improbidade administrativa. Estipularam-se ainda como cláusulas do acordo a suspensão dos direitos políticos do profissional médico pelo prazo de três anos e a proibição, pelo mesmo prazo, dele e da clínica de contratar com o poder público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual o médico seja sócio majoritário.

Processos 2106-84.2018.8.16.0097 e 2106-84.2018.8.16.0097.

Trata-se do Dr. Talel Nicolau Hosni da Clínica Neurológica Santa Helena de Ivaiporã.

Segundo denúncias, o Dr. Talel atendia pelo SUS e atraia pacientes para sua Clínica particular, alegando que o caso era grave e que era necessário o rápido internamento sendo que se esperasse pelo SUS poderia demorar muito tempo, e o enfermo poderia ir a óbito ou ter consequências graves.

Ainda segundo documentos da Justiça, o Dr. Talel argumenta que os pacientes pagam o valor de R$ 120,00 para realizar exames pelo SUS, com o resultado desse exame, o Dr. Alertava o paciente sobre a gravidade de seu problema de saúde e sugere o internamento imediato no Hospital de Maternidade de Ivaiporã, com um valor estipulado pelo Dr. Que varia de R$ 900,00 a 4.000,00, valor que seria pago pelo próprio paciente direto para Clínica Santa Helena, aonde o mesmo se comprometia a repassar o valor que seria a parte do Hospital, porém, o valor que o mesmo repassava ao Hospital de Maternidade são inferiores aos valores recebidos.

Deixe o seu comentário
Blog Central Web
O seu portal de notícias do centro do Paraná
Blog Central Web
Rua Cons. Zacarias, N 631 - Pitanga-PR
Abrangência:
Pitanga, Manoel Ribas, Nova Tebas, Boa Ventura, Santa Maria do Oeste, Turvo, Palmital, Laranjal, Mato Rico, Campina do Simão e Goioxim.