15/03
15h50m
A
A
A
Em alta no mercado, projeto e instalação de estruturas metálicas exigem a presença de Engenheiros

Por Patrícia Biazetto - Assessora de Imprensa - Regional Ponta Grossa – Crea-PR

 
Objetivo é evitar riscos à segurança, saúde e patrimônio do proprietário e usuários da instalação; no site do Crea-PR, é possível consultar se a empresa possui registro no Conselho

Os sistemas estruturais metálicos estão ganhando cada vez mais espaço no mercado, principalmente em empreendimentos comerciais e industriais. A rapidez na construção, com canteiros limpos e sustentáveis - devido à redução da geração de resíduos nas obras -  são alguns dos pontos positivos desse sistema construtivo. As vantagens, no entanto, podem ir por água abaixo se o projeto e execução da obra não forem acompanhados por profissional habilitado.

Em 2018 e início deste ano, o escritório do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) em Ponta Grossa já realizou 154 ações de fiscalização relacionadas a estruturas metálicas, incluindo obras (estruturas para cobertura), eventos, como estandes, estruturas de palcos, arquibancadas e parques de diversões. Em 63% das fiscalizações foram constatadas irregularidades, sendo as mais recorrentes a falta de Anotação de Responsabilidade Técnica (ART) e a ausência de registro da empresa responsável.

Conforme o Inspetor-Chefe do escritório do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR) em Ponta Grossa, o Engenheiro Civil Rafael Mansani, que também é presidente da Associação dos Engenheiros e Arquitetos de Ponta Grossa (AEPG), as empresas ou profissionais –Engenheiro Civil ou Mecânico - que prestam esse tipo de serviço devem estar registrados junto ao Crea-PR.

“Tendo um profissional habilitado para o serviço, é possível evitar o desperdício de materiais, problemas no projeto e execução da obra, e o pior, que seria a estrutura montada não suportar uma possível sobrecarga e desabar, ocasionando acidentes graves”, reforça. É importante que as pessoas estejam atentas em relação à presença do Engenheiro em todo o processo. “É fundamental, ao contratar um empresa verificar e exigir a apresentação de um responsável técnico”, frisa.

No site do Crea-PR, no link “consultas públicas”, é possível verificar se a empresa possui registro no Conselho e responsável técnico pelas suas atividades. O gerente do Crea-PR em Ponta Grossa, o Engenheiro Agrônomo Vânder Della Coletta Moreno, reforça que o serviço não deve ser contratado se a empresa não tiver registro. “A estrutura da obra poderá ser mal dimensionada e executada, ocasionando riscos à segurança, saúde e patrimônio do proprietário e usuários da instalação”, comenta.

A empresa que está no mercado irregularmente, sem registro, está sujeita à autuação pelo Crea-PR e, no caso de problemas na estrutura, à responsabilização civil e criminal. 

“Os agentes de fiscalização do Crea-PR fiscalizam obras em andamento e, caso identifiquem algum tipo de estrutura metálica, pré-montada ou montada no próprio local, é solicitada a apresentação do responsável técnico pelo projeto e pela montagem e execução da estrutura”, explica o gerente do Crea-PR.

Vantagens

A rapidez de execução da obra com a utilização de estruturas metálicas é um dos pontos positivos, como também a redução de resíduos. “A estrutura metálica substitui a madeira, não dá cupim e não apodrece. O tempo de vida útil deste tipo de sistema construtivo é indefinido, o que não exime a necessidade de manutenção. Nas obras que utilizam concreto armado há dilatação devido às variações climáticas, o que não ocorre com as estruturas metálicas, que absorvem as dilatações, sem que haja fissura do material”, explica o Engenheiro Civil, Rafael Mansani.

Para ele,  esse tipo de sistema construtivo deve ganhar espaço, nos próximos anos, também nas obras residenciais. “A questão da sustentabilidade na construção é uma tendência. Quanto mais conhecidas e difundidas forem as vantagens, mais haverá aumento na procura”, pontua.

Crea-PR

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná (Crea-PR), criado no ano de 1934, é uma autarquia responsável pela regulamentação e fiscalização dos profissionais e empresas das áreas das engenharias, agronomias e geociências. Além de regulamentar e fiscalizar, o Crea-PR também promove ações de atualização profissional, primando sempre pela qualidade na prestação dos serviços prestados.

Deixe o seu comentário
Blog Central Web
O seu portal de notícias do centro do Paraná
Blog Central Web
Rua Cons. Zacarias, N 631 - Pitanga-PR
Abrangência:
Pitanga, Manoel Ribas, Nova Tebas, Boa Ventura, Santa Maria do Oeste, Turvo, Palmital, Laranjal, Mato Rico, Campina do Simão e Goioxim.